Bate Papo

Mensagem

Hebreus.11.1. Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.

Convicção certeza, mesmo que não esteja vendo, mais eu continuo crendo.

sábado, 13 de fevereiro de 2016

A morte de Jesus


Para que possamos compreender justiça, devemos entender a morte de Jesus e seu significado, pois a bíblia diz:
2 Coríntios: 5. 21. Deus fez daquele que não tinha pecado algum a oferta por todos os nossos pecados, a fim de que nele nos tornássemos justiça de Deus.

Sua morte é explicada nos seguintes termos:
a. Expiação: A morte de Cristo foi uma morte expiatória porque seu propósito era apagar o pecado. Expiar o pecado significa levá-lo embora, de modo que o sujeito seja purificado.
Hebreus: 9. 14. quanto mais o sangue de Cristo, que mediante o Espírito eterno se ofereceu de forma imaculada a Deus, purificará completamente a nossa consciência de comportamentos que conduzem à morte, para que sirvamos ao Deus vivo!

b. Propiciação: Significa juntar, tornar favorável. A propiciação traz o homem para perto de Deus, reconcilia-o com ele, pois propiciar é aplacar a irá de Deus por meio de um sacrifício expiatório. Cristo é descrito no novo testamento como sendo a nossa propiciação.
Romanos: 3. 25. Deus o ofereceu como sacrifício para propiciação por meio da fé, pelo seu sangue, proclamando a evidência da sua justiça. Por sua misericórdia, havia deixado impunes os pecados anteriormente cometidos;
Fomos reconciliados com Deus pela morte de Jesus, por iniciativa do próprio Deus, que buscou a reconciliação e a propôs na morte do seu filho.
Romanos: 5. 10. Ora, se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com Ele mediante a morte de seu Filho, quanto mais no presente, havendo sido feitos amigos de Deus, seremos salvos por sua vida.
c. Redenção: Significa tornar a comprar por um preço, livrar da servidão por um preço, comprar e retirar do mercado. Jesus é redentor e sua obra é descrita como uma redenção.
Mateus: 20. 28. Assim como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como único resgate por muitos.

Conclusão:

A nossa justificação está diretamente ligada ao fato de Jesus ter sido feito pecado e ter sido morto em nosso lugar. Cristo morreu por nossos pecados.